segunda-feira, 19 de abril de 2010

Faz parte do meu show.


E fico nessa de ir e não ir. Mas se eu for, o que vai ser?

Em frente ao mar, aprecio as ondas e, acima de tudo, sinto.
Sinto o relevo da areia na superfície dos meus pés, sinto a brisa me cobrindo, afogando todo o meu corpo nesse mar de muita poluição sonora e visual.
Daí eu caio em mim, caio no mundo.
Vejo que estou aqui pra cumprir um dever, qual dever?

... ah! mas novamente sou tomado pela atmosfera do sentir e deixo todas essas questões de decidir qual rumo tenho que ir pra uma outra hora. O (outro) dever me espera.
Sento-me ali, naquele banco 0800 em que qualquer alma pode descansar e me perco na paisagem, na fotografia da imagem. Aí eu pego uma água de côco e jogo em mim.
Não importo com o outro lado da rua, não importo com a moça séria que me julga com o olhar. Minha loucura, pra mim, é mais do que permitida.
Eu me perco nesse misto de sentir e ver, confundo o que é realidade com o que é ilusão. Depois eu paro.
Cautela.
Volto em mim e vejo que já fiz minha cena diária, meu drama e show pessoal. E termino assim, sem surpresa, sem vergonha nenhuma de ser o que eu sou.

Coragem, vou à luta!

11 comentários:

  1. não temos que ligar para o que os outros pensem de nós, temos que fazer aquilo que nos da prazer, que nos fazem bem.
    viva a loucura nossa de cada dia.

    ResponderExcluir
  2. Até que fim.. de Volta!! =DD
    PerfeitOo, Dá!!!!
    =**

    ResponderExcluir
  3. Sempre que leio algum texto seu, eu entro em transe. Faço uma viagem por lugares incríveis. lol
    Normalmente pelos lugares que você me faz criar!
    Vamos falar um palavrão aqui?
    Você é foda!

    ResponderExcluir
  4. Que vida boa heim??

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Dan, não sou séria, e não te julgo!
    kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Hummmm, essa sensação é boa!! Parabéns, meu caro.

    ResponderExcluir
  7. Mas olhar nos olhos é a coisa mais importante de todas, poxa! =X Pelo menos pra mim é incrivelmente importante. Não dou crédito a quem não me olha nos olhos. Valeu pelo comentário. Espero que volte lá no blog mais vezes.

    ResponderExcluir
  8. - Cada qual tem seu "infinito particular" e ninguém tem nada a ver com isso.
    À luta, camarada. E um charuto pra comemorar.

    [sinff, sniff]

    Gostei ;*

    ResponderExcluir
  9. Ri pensando na cena em que você joga água de côco em seu próprio corpo! hahaha
    Amigo, é só indo lá para descobrir! Sem fugir dos desavios, hum? Nada de covardia.

    ResponderExcluir
  10. Não sei o que falar, não me permito falar o que não me com vem, há uma seca de palavras em meus dedos nesse momento.
    Eu me perco nos teus textos, e sempre fico assim, sem rumo.
    Estática!
    Mas vou tentar quebrar um pouco essa seca e lhe soar um singelo, simples e sincero;
    PARABÉNS!
    Obrigada por escrever e compartilhar conosco.

    Carinhosamente;
    www.alohamara00.blogspot.com

    ResponderExcluir

 

DESIGN POR DARLAN CAIRES - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS